domingo, 15 de maio de 2011

Caminho

Na sombra dos meus
Passos caminham...
Madrugadas de sonhos
Acumulados...
Noites, de magicas
Palavras bebidas,
Em cálice de folhas,
De cristal partidas,
Na sombra daquela
Luz vermelha,
Sinto ainda o clarão
Que tanto se assemelha,
À sombra dos meus
Passos soluçando.
Por entre pastos,
E mantos de flores,
Cantam-me...
Sonhos a cores.
Caminham...
Sozinhos, indiferentes
Os meus passos,
Gastos e dormentes…
Os meus cabelos...
Esvoaçando...desgrenhados,
Na sombra dos meus
Passos queimados,
O mar encontrou-me,
A tombar os sentidos
Arrastou-me... para bem
Longe da sombra
Onde moram,
Os sonhos perdidos...
Por entre ondas gigantes,
Bebo o mundo...
Perdida na sombra,
Dos passos profundos.
E quedo-me a sonhar...
Perdida nos meus
Passos de tanto caminhar!

1 comentário:

  1. Olá tudo de bom ...
    Muito bonita a sua poesia , parabéns ..!

    Ernesto Castanha

    ResponderEliminar

Um Sonho