domingo, 15 de maio de 2011

Ao teu lado





Quando estou ao teu lado,
Procuro um céu de sonhos,
Uma estrela no luar,
Um cavalo alado,
Uma rosa a desfolhar.
Uma pedra em coração,
Uma folha caída no chão,
Um lugar por destino
Onde te possa sentir.
Procuro uma resposta
Um sinal que me devolva
A razão de tanto querer
O amor é carinho…
É partilha, é verdade
Entrega e emoção.
O amor não tem razão
Não se escreve em poesia
Não dá sinais de fantasia,
Nem se canta numa canção.
Está no ar que se respira,
Está na pele de quem toca,
Tocando com prazer.
Não se acha no querer,
Não é objecto perdido,
É sentimento sentido.
De dois seres, num só ser.
Sentimento puro
Que toca fundo,
Cá dentro do peito...
E deixa a alma sem jeito,
De explicação,
O amor é somente...
A alma em pura ebulição.

Sem comentários:

Enviar um comentário