terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

SÓ.


EXISTEM


CORPO DE PRAZER


MEDITAR


SONHOS


AMANHECER


[...]


PERTO DO CÉU


ALMA SILENTE


MULHER


EM MIM


SEI P´RA ONDE VOU


BREVE SUMÁRIO


ONTEM


NAS MINHAS MÃOS


MEU AMOR


ATÉ POR DEUS!


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

DESENHO APAGADO

Cansaste-me em palavras cruas,
Que me ardiam desnudadas

Onde desenhaste em gestos de loucura,
Pungentes melodias, mascaradas.

Em actos,
Que me eram partos, sem tempo, nem espaço

Queimando na escuridão, a luz dos meus dias 
Num frio que arrepia, as noites sem nome.

Na minha boca, nasciam-me impérios de pedidos
Folheados em agudos silêncios…Nunca ouvidos.

Agora, apaguei todos os sinais que fui tatuando,
Numa inquietude invertida,

Onde me repousa a mente, protegida.
No cansaço, que em mim descansa.

E me incendeia numa verdadeira paixão,
Em taça de beijos…Na boca da exactidão.

MelAlmeida