domingo, 15 de maio de 2011

Beijo




Beijar é sentir na boca,
O toque suave de uma rosa,
Lábios quentes e desejados
Secos ou bem molhado,
Beijar é ter na boca outra boca
Sentir paixão e ficar louca.
De beijar e ser beijada.
É respirar o mesmo ar,
Mesmo nele sufocando.
E querer continuar beijando,
Pelo prazer que o beijo provoca,
É ir a lua e voltar sem roupa
Porque beijar é sentimento,
Que despe o ser de preconceito,
O mais atrevido, ou envergonhado,
Fica totalmente alheado,
No momento do beijo dado.
Sentir a língua na boca,
De quem nos fala ao coração,
É devorar beijando o outro
Senti-lo, tão louco, quanto pouco,
E sem pudor beijar aquela boca.
Beijos roubados são sempre poucos,
Para quem deseja recebe-los loucos.
Beijos de amor ou entusiasmo,
São sempre lábios tocados
Mas o beijo mais belo,
É o beijo com suavidade,
O melhor beijo de verdade.
Beijos tocados com agressividade,
Beijos da pura mocidade.
Beijos durante o ato sexual
São, beijos tórridos e quentes,
Por vezes ausentes, da essência
Que o beijo tem como existência.
Mas quem nunca beijou, perdeu,
Fosse, porque motivo fosse,
Um momento que nos leva ao céu,
No tempo em que o beijo durou.
E não concretizou o desejo...
De beijar e ser beijado,
Nem sabe o que o beijo provoca,
Num coração apaixonado.
Abençoadas bocas, de muitos
Beijos trocados!...

Sem comentários:

Enviar um comentário