sábado, 2 de julho de 2011

Quero


Quero tocar-te …
Como tocam os meus olhos
No infinito…céu prometido….
Quero sentir-te…
Como sinto o pulsar…
De um poema escrito…
Quero…viver-te…
No limiar…de mim…
Quero…sentir-te assim…
Beber-te...com sede
Com sede que não sacia…
A minha boca vazia…
Quero ser…
Os lábios que beijas…
Em sonhos de mel
De ameixas…
Quero ser …a verdade…
Pausada de ambiguidade…
Quero ser a manhã com rosto
A noite com gosto…
O amanhecer com alegria
Quero ouvir… ao tocar-te
A mais pura… melodia!

Sem comentários:

Enviar um comentário

E Por Vezes

E por vezes por vezes… Sou tão escassa que temo não me bastar E por vezes... por vezes mergulho no meu azul infinito e sing...