domingo, 3 de julho de 2011

Entre marés


Vou… navegando…
Em breves marés …
Que vão arrastando …
Os sonhos… a meus pés…

O mar agita-se por instantes
No meu ser…nasce errante
Uma tormenta… nostalgia
De me afundar em fantasia…

Nela…coloquei… momentos…
Instantes… frases …loucas...
Na embarcação onde navegam
As ilusões …breves, e poucas…

Abraço-as… para não perder
Nesta maré…agitada…
Os belos e simples… poemas
Que fizeram de mim desejada

Olho ao longe …avisto uma ilha
Deserta …por me acolher…
Como mãe que abraça a filha
Num instante de bem-querer.

E, neste meu …abraçar…
Alcanço o chão… a trilhar…
Onde o alívio seja… um pedaço…
Que me acolha …o cansaço…


Sem comentários:

Enviar um comentário

E Por Vezes

E por vezes por vezes… Sou tão escassa que temo não me bastar E por vezes... por vezes mergulho no meu azul infinito e sing...