terça-feira, 26 de julho de 2011

Canta-me o coração


Coração porque me cantas?
De onde vem tanta alegria?
Escondes algo que me espanta...
Nesta maravilhosa melodia!

Canta-me de novo a canção,
Ainda estou adormentada…
E plenamente desconfiada…
Esquecendo por completo o refrão!

Não te esperava contente…
Por seres tão exigente!
Agora que chegaste,
Fica mais um pouco…
Não importa quem ouve…
Não importa se ficar louco!...

Como louca me deixaste,
De emoção…
Ao entrares pela minha porta…
Cantando esta canção…
Refrescando a memória de tempos,
Tempos…que já lá vão!…


3 comentários:

  1. O teu coração é simplesmente enorme e fabuloso...e, as palavras traduzem na perfeição o ser maravilhoso e grandioso que és...Sem palavras!

    ResponderEliminar
  2. Mel
    je suis si touchée par tes poèmes que je n'arrive pas à exprimer se que je ressent en portuguais.
    Tes poemes te ressemble... tu remplis mon coeur de tristesse, d'amour, de joie, ces sentiments humains... par tes poemes qui parle de toi, ces émotions humaines sont si bien exprimé par tes mots qui construise cette merveille ... ta poesie, merci Mel

    ResponderEliminar
  3. Merci Alice. ... par vos paroles vous êtes l'ami et artiste! J'aime aussi votre travail.
    Mel Almeida

    ResponderEliminar