domingo, 10 de julho de 2011

AMOR


Amor… palavra… sem igual…
Escrita... ouvida… sentida…
Não há forma de falar…de amor
Sem a palavra… proferida!

Não queiras grita-la…sorrindo...
Sussurra-a… apenas e quando…
A noite sossegar… dormindo...
Nos abraços que vamos dando...

Enlaça tuas mãos…quentes…
De amor pleno…ao adormecer…
Esquece o mundo…e sente...
A vida de novo…a nascer!

Quando a manhã acordar a gente…
Irá sentir... que valeu a pena…anoitecer!

2 comentários:

  1. Olá tudo de bom ...

    Encantado !

    Ernesto Castanha

    ResponderEliminar
  2. OBRIGADA ERNESTO. UM ABRAÇO, DESTE PORTUGAL, E DESTA AMIGA VIRTUAL.
    MEL ALMEIDA

    ResponderEliminar