quarta-feira, 8 de junho de 2011

NO CÉU DA MINHA BOCA

O Teu...Eu..Comigo...Numa Prece
No céu da minha boca
Abrem-se promessas
Errantes…loucas…
As estrelas brilham…
No olhar dos meus sonhos
E no meu corpo ainda
Nascem desafios…
Inventados a rigor…
Na plena audácia
Do meu instante
No céu da minha boca…
Ocultam-se sonhos…
Provocantemente…
Provocantes…
Penetrando…neles
O teu corpo inquietante,
No céu da minha boca
Sugo a alma… do vazio
E, por breves cenário
Me abrigo…no tardio,
Extraordinário do acontecer
No céu da minha boca
Acalento…a vida que desfalece
Exilando…Perpétuamente
O teu…. Eu…Comigo… numa prece!

Sem comentários:

Enviar um comentário

E Por Vezes

E por vezes por vezes… Sou tão escassa que temo não me bastar E por vezes... por vezes mergulho no meu azul infinito e sing...