sexta-feira, 24 de junho de 2011

A DEUS


Sinto-te!
Hoje não sei
Se existo?…
Chamo Deus
 E insisto!…
Que Ele atenda
À chamada...
Que me traz,
Angustiada…
Nesta vida que
Não decifro…
Numa ansiedade
Amordaçada…
Será à vida?…
Será à morte?…
Que sensação
Desafiada…
Trazendo minha alma
Sedenta!…
Percorro as estradas
Sem fim…
Ladeadas de espinhos
Inalo o odor
Da solidão…
Bebo o tom
Da ilusão…
Adormeço,
De cansaço…
Sonho Contigo...
Nascendo em mim
Poesia…
Na certeza…
De um dia…um dia!…
Tudo será somente…
Paz… Amor…Alegria!


Sem comentários:

Enviar um comentário