quarta-feira, 8 de abril de 2015

Estou serena



Estou serena
no meu canto a arder
num desejo infinito de poesia,
que em mim quer acontecer.
Não a posso amordaçar
ela tem a força da vida
nas minhas veias a pulsar.
Estou serena
neste canto com encanto
que me faz esquecer
os retratos perdidos,
as flores secas nas jarras de vidro
as memorias da infância
as músicas, as danças...
Estar serena e ser poesia,
é ser tão pequena
como uma grande casa vazia.
Estou serena....................

No meu canto... A respirar


.

Sem comentários:

Enviar um comentário