quinta-feira, 15 de março de 2012

LUA

Se a lua sonhasse…

Tanto quanto eu…

Acordava somente,

Quando despertassem

Os sonhos meus…

Ela eleva-me ao alto…

À essência…Ao infinito…

E, pela noite fora…

Vagueamos em poesias, e escritos...

Em sorrisos, lágrimas, e fantasias…

E, abraçadas,

Sonhamos como crianças alienadas.

Quer de noite...Quer de dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

E Por Vezes

E por vezes por vezes… Sou tão escassa que temo não me bastar E por vezes... por vezes mergulho no meu azul infinito e sing...