quinta-feira, 1 de março de 2012

Flores que falam.


Esperei o teu sorriso,
Nas pétalas de uma flor…

Flor, com que me brindaste
Numa noite de amor…

Esperei…
Mas elas não puderam esperar comigo,

E, foram enfeitando aos poucos…
O meu chão…como mendigo…

As pétalas, que me falavam de ti…
Falavam-me por comiseração…

Fui, então...
Apanhando pétala…a pétala…
E, perdi-me no tempo…do meu chão

Só agora vejo,

Como as minhas mãos sangram
Embebidas de solidão.

2 comentários:

  1. Mel
    Cada vez escreve mais e melhor!
    Muitos parabéns
    MariaJB

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

Um Sonho