terça-feira, 2 de setembro de 2014

És-me poesia










 Preciso de ti...No meu poema
E nele abandonar a sombra do tempo
Escrever de vez
O verbo por inteiro
Em silêncio
E
Na pele rasgada de saudade e desejo
Fazer nascer o poema
No vazio do teu beijo
Preciso de ti...No meu poema

Mel Almeida


1 comentário: