quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Poetas



O idealista
Seja Homem
Seja Mulher
Tem contracções
Tem delírios de morte
Consome-se na seiva da sorte
Quando o poema
É um parto delicado
E da sua alma nasce maduro
O poema expatriado
Do seu próprio futuro.

MelAlmeida



1 comentário:

  1. É bem verdade o que dizes.
    E disseste-o com a excelência poética que te caracteriza.
    Mel, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar