domingo, 21 de agosto de 2011

Vesti-me de poesia


Vesti-me de poesia …
Dancei contigo um dia…
Sonhei acordada…
No silêncio que queria!
Despi-me de preconceitos…
E amarrei ao meu peito,
As nossas fantasias…
Delas, fiz meu credo…sem tempo,
Meu viver sem lamento…
Meu sorrir de alegria…
Colhi flores no campo…
P´ra vida enfeitar …
E de tanto…esperar…
Acabaram secando…
As flores, que dançando… 
Iam esperando... o teu chegar,
Até quando a vida suplica?…
Por flores e sonhos…a valer…
Sem caminhos raros a trilhar…
Na alma que se perde…
E se encontra … sem se perder!

Sem comentários:

Enviar um comentário