terça-feira, 30 de agosto de 2011

AS PALAVRAS


Palavras aguçadas como espadas,
Arrastam o poeta a dizer...
Tudo o que sente e quer sentir...
No seu mais simples escrever.

De tão simples e maravilhoso,
Toma na palavra a palavra dita...
Como se delas matasse a fome...
Na sua própria escrita…

Só os poetas naturais…
Entendem o sentimento contido…
Em frases que parecem neutrais,
O poeta faz delas todo o sentido!

Quero ser poeta e poder escrever,
Como quem bebe um copo de água
E nas palavras matar a mágoa…
Que sinto… de, as não ter!

Sem comentários:

Enviar um comentário